segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Houve Música na cidade

Para sábado estava programado "há Música na Cidade", tal como já tinha acontecido em 2009. A previsão do tempo admitia a queda de chuva, o que constituiu uma preocupação da organização, uma vez que a música era na rua, tocada e cantada ao ar livre. Esteve um dia óptimo, felizmente. E Leiria foi uma cidade diferente. Havia famílias inteiras pelas ruas, espreitando aqui, escutando acolá, contando os minutos para poderem ouvir e ver o que mais lhes interessava. A partir das 15 h, crianças, jovens e adultos tocaram, cantaram e dançaram pela cidade. Desde músicos a solo, pequenos conjuntos instrumentais, ensembles, orquestras, bandas filarmónicas, coros e também dança (que a música interpreta), espalhados por vários pontos do centro histórico da cidade, encheram-na de Música, de todos os géneros e origens. Foi uma iniciativa do Jornal de Leiria com o apoio da Cãmara Municipal de Leiria e das escolas de música do concelho (do Orfeão de Leiria Conservatório de Artes e da SAMP), que colaboraram na organização e distribuição dos intérpretes pelos diferentes locais. Porque tive a sorte de actuar no Coro Sénior num espaço que vi pela primeira vez, fiquei encantada com as condições do pátio do Palácio (Solar?) dos Ataídes, corajosamente e em boa hora recuperado, de acordo com projecto da arquitecta Helena Veludo, pela Fundação Caixa Agrícola, onde decorreu a secção dos Coros não escolares. Não foi por acaso que recebeu este ano o Prémio Korrodi. É um espaço cultural excelente, que vem enriquecer o património cultural de Leiria. Pena é que não haja mais instituições públicas e privadas a dotar a cidade e o concelho de espaços com a mesma finalidade. Até me custa escrever isto: para quando um Museu de Leiria? Há tantos anos à espera e Leiria não desespera?

3 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Leiria está mesmo a mudar...para melhor!

Abraço

fernanda s.m. disse...

Era realmente o "Solar dos Ataídes" - eu vivia ali perto, em solteira. Espantei-me que agora lhe chamassem Palácio, mas ... Belo lugar e boa recuperação, sim.

carol disse...

Tive muita pena de não estar cá nesse dia. Há tão poucos acontecimentos culturais em Leiria que até custa desperdiçar um destes! Mas agora já vão acontecendo alguns. Quanto ao Museu para Leiria... não há necessidade. Já temos o shopping...